Contra o Tráfico Humano

Em 2001 nosso XVIII Capítulo Geral estabeleceu em sua Decisões algumas prioridades para a Missão Salvatoriana para o período de 2001-2006. Uma das prioridades foi a de assumir um compromisso em diferentes níveis e modos para com a situação de mulheres e crianças vítimas de explorações sexuais, tráfico e em risco de violência. Em 2006 o Capítulo Geral reforçou esta opção e outras mais, a fim de sermos solidárias com o mais pobres que estão em risco de se tornarem um negócio internacionalmente lucrativo através do tráfico humano.

“Tráfico humano é definido como sendo o recrutamento, o abrigo, o transporte, a provisão ou obtenção de pessoas para trabalho ou serviços forçados, fraudes ou coerções com o propósito de sujeitar a pessoa a uma servidão involuntária, à condição de peão, de escravidão ou de mante-la em cativeiro.” (Trafficking Victims’ Protection Act – TVPA 2000).

Algumas de nossas Unidades tomaram iniciativas de ação em rede com outras Congregações Religiosas ou Organizações que promovem educação, conscientização e ação para defesa, proteção e liberação de pessoas em situações de tráfico humano.

Para maiores informações acessar o site:  www.StopEnslavement.org

 

O segundo evento da rede “Atividade – Luta Contra o Tráfico de Seres Humanos“ realizou-se no dia 21 de Outubro de 2015, em Linz, na Alta Áustria.

Os/As participantes de varias idades, experiências e histórias sócias (políticos, representantes de diversas igrejas, escolas, ordens religiosas e ONGs), aprofundaram os temas do tráfico de seres humanos, serviços sexuais e prostituição forcada. Ir. Maria Schlackl, SDS, organizou o encontro.

http://www.ordensgemeinschaften.at/2252-aktiv-gegen-menschenhandel-wuerde-macht-stark