Maria Theresia von Wüllenweber nasceu aos 19 de fevereiro de 1833, no Castelo de Myllendonk próximo de Mönchengladbach; Renânia, Alemanha. Os seus pais Theodor von Wüllenweber e Elisa Lefort lhe transmitiram os valores do amor ao próximo, aos pobres e o respeito a Deus. Cresceu em um ambiente profundamente religioso que lhe permitiu reconhecer que Deus a estava chamando para a vida religiosa e, especialmente, a uma vocação missionária. Ela tentou, sem sucesso, realizar este chamado em várias comunidades religiosas. No ano de 1882, ela conheceu Padre Francisco Jordan, o Fundador da Sociedade do Divino Salvador, em Roma. Ela seguiu sua direção e, posteriormente, deu tudo que possuía em Neuwerk para apoiar as missões. Em 1888, sob a orientação do Padre Jordan abriu a primeira comunidade das Irmãs do Divino Salvador em Tivoli. Ela queria amar a Deus no infinito e encheu seu coração com piedade, santidade e fé. A vida da comunidade em rápido crescimento foi de grande pobreza. Rico em virtude, ela morreu em Roma na noite de Natal de 1907. Entre suas Irmãs ela era estimada pela santidade de sua vida.

BEATIFICAÇÃO DE MADRE MARIA

Em 16 de janeiro de 1959, foi assinado o Decreto sobre a legalidade dos processos diocesanos. O resultado mais importante do processo apostólico foi o Decreto de Sua Santidade, de Papa Paulo VI, em 15 de Julho, 1965, que declarou que a Serva de Deus tinha praticado virtude em grau heróico. Ela foi beatificada aos 13 de outubro de 1968, na Basílica de São Pedro, em Roma, em reconhecimento de suas virtudes, confiança na Divina Providência e dedicação às Missões. As relíquias da Beata Maria dos Apóstolos estão consagradas na Casa Mãe das Irmãs Salvatorianas, em Roma.

gemy

Castelo de Myllendonk, Alemanha, onde
nasceu Therese von Wüllenweber

stpeters
   Dia da beatificação, (13/10/1968)
da Bem aventurada Maria dos Apóstolos
,
Co-Fundadora e primeira Superiora Geral
da Congregação das Irmãs do Divino Salvador
.
      mmchap
Capela e tumba da Bm aventurada
maria dos Apóstolos na Casa Central, Roma.
 

 

 


                   Capela Santa Bárbara, local onde Therese
trabalhou até ser chamada a Roma por Pe.
Jordan para fundar o ramo das Irmãs.